O que você precisa saber sobre o uso de cerâmicas rústicas

Não sabe escolher entre porcelanato e vinílico? Então, leia o nosso artigo e tire todas as suas dúvidas agora mesmo!
Porcelanato e vinílico: saiba quais as diferenças e qual escolher
14 de novembro de 2018
Sabia que você pode modernizar a sua casa apenas seguindo algumas dicas de decoração? Saiba mais!
Confira 4 dicas de decoração para modernizar sua casa
6 de dezembro de 2018

Muita gente já ouviu falar sobre as cerâmicas rústicas, mas não sabe como aplicá-las em seus projetos. Afinal, antes de mais nada, é preciso questionar alguns fatores sobre esse piso, como o local mais ideal em que ele será colocado ― área interna ou externa ―, como ele será inserido para ajudar a compor a decoração do espaço, a possibilidade de criar ambientes personalizados com a sua utilização, entre outros.

Por isso, é fundamental conhecer um pouquinho sobre esse tipo de material e como ele funciona nos ambientes, salientando as suas vantagens e desvantagens. Com todas essas informações, fica mais fácil tomar uma decisão mais acertada em relação ao uso dessa cerâmica em seus projetos, seja residencial ou comercial.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe a leitura e fique por dentro de tudo sobre o uso adequado desse tipo de cerâmica!

O que é esse tipo de cerâmica rústica?

As cerâmicas rústicas são perfeitas para ambientes externos, tendo em vista que são bastante resistentes. Assim, elas podem ser implementadas na área com churrasqueira perto da piscina, em um espaço com cozinha externa, no ambiente de frente da casa ou de um ponto comercial etc.

Uma característica desse material é que a sua superfície é ligeiramente porosa, criando, portanto, um acabamento rústico que combina muito bem com áreas externas em tons terrosos. Por isso, essa cerâmica é perfeita para compor estilos fazendinhas sem perder a elegância e sofisticação.

Por meio de sua utilização, cria-se, desse modo, ambientes acolhedores e com conforto visual. Isso faz com que se agregue valor ao imóvel, além de influenciar no bem-estar de todos que passam pelo ambiente com beleza rústica.

Quais as suas principais características e vantagens?

A cerâmica rústica tem um grande benefício que é a rapidez em sua aplicação, sendo, portanto, um recurso que traz muita praticidade na hora de criar a área externa. Também é interessante ressaltar que esse tipo de cerâmica apresenta um ótimo desempenho na área da cozinha externa, tendo em vista que ela não absorve gordura, se adequando perfeitamente a ambientes que sofrem mais com esse tipo de acúmulo de sujeira no piso.

Ou seja, pode-se contar com um material que proporciona limpeza simples e sem grandes dificuldades. Além disso, trata-se de um produto de excelente qualidade, oferecendo resistência em sua composição e beleza para a decoração. Assim, a sua aquisição indica um custo-benefício que vale muito a pena para quem busca todas essas características.

A cerâmica rústica ainda atribui muita versatilidade em seu uso, já que ela pode imitar o aspecto do cimento, de pedras ou tijolos e até mesmo de madeiras. Desse modo, é possível escolher a textura e a coloração que mais se encaixe no visual do ambiente. Com isso, fica fácil utilizar a imaginação e a criatividade para criar espaços com muita personalidade e originalidade.

Também é legal lembrar que a cerâmica rústica pode ser usada tanto em pisos como em acabamentos na parede, trazendo leveza com a sua beleza natural, textura diferenciada e forma de acordo com o gosto do usuário. Ela ainda proporciona um certo controle térmico nos dias mais quentes, controlando para que se tenha uma temperatura mais agradável na área.

Qual o passo a passo para sua utilização adequada?

Ao decidir-se pela utilização da cerâmica rústica, é preciso tomar algumas outras decisões quanto ao tamanho, formato, coloração, textura, quantidade, entre outros fatores. Por isso, é recomendável que se faça um planejamento detalhado a fim de organizar tudo com cuidado para que o resultado traga apenas satisfação.

Escolha o estilo da cerâmica

É importante optar pelo estilo da cerâmica que mais ajude a compor o ambiente que se quer criar. Ou seja, deve-se escolher se a cerâmica terá aspecto de madeira, pintura envelhecida com o tempo, tonalidade clara ou escura, entre outras possibilidades.

Com o estilo correto definido, fica mais fácil decorar o ambiente posteriormente com artigos de decoração, como vasos coloridos com plantas e flores, tapetes de linho grosso em uma tonalidade mais neutra etc. Observa-se que é preciso saber trazer suavidade para o espaço por meio da paleta de cores que se cria. Procure sempre compor com harmonia e com o intuito de criar equilíbrio entre todos os itens e as cores presentes no lugar.

Defina o local que será aplicada

Saber onde a cerâmica rústica será aplicada é essencial para definir todos os detalhes do estilo de decoração do espaço. Por isso, estabeleça o local onde ela será utilizada, seja na área externa perto da piscina ou da cozinha, na varanda, próxima do jardim, em uma parede inteira da área de lazer etc.

Dessa forma, fica mais fácil escolher o estilo de cerâmica mais adequado para a decoração externa. Para não sobrecarregar a decoração com a mesma tonalidade terrosa, aposte em plantas na parede em um jardim vertical, ou opte por vasos ou canteiros com folhas verdes e flores coloridas.

Faça a preparação correta

Para criar um efeito bonito com a cerâmica, misture as peças aleatoriamente para ter contraste entre as tonalidades. Antes de fazer o assentamento ― que deve ser realizado com argamassa específica para o tipo de ambiente ― em um dia quente, umedeça o revestimento com água.

Já o contra piso deve ser feito antes do assentamento, pelo menos com 15 dias de antecedência. Também é importante que ele esteja sem sujeiras, como poeira, resíduo de materiais soltos etc. Para a área externa, que costuma ter solo com umidade, é indicado a utilização de material impermeável mais a argamassa com cimento.

Após preencher com as peças, é importante limpar qualquer acúmulo de argamassa que tenha ficado sobre as cerâmicas. Em seguida, começa a fase de rejuntamento, que pode ser feito com uma mistura de 2 partes de areia fina (ou pó de quartzo) para 1 parte de cimento. No dia seguinte, pode-se limpar a área para retirar qualquer resíduo que tenha ficado.

Lembre-se de buscar um fornecedor sério e responsável que ofereça um produto de excelente qualidade. Ter esse cuidado é essencial para evitar dores de cabeça no futuro — e também, desse modo, o sucesso é muito mais garantido, restando, assim, apenas a satisfação com o resultado positivo obtido.

Gostou de saber mais sobre o uso das cerâmicas rústicas? Caso tenha ficado alguma dúvida, entre em contato com a gente. Estamos prontos para atendê-lo da melhor maneira possível!

Ekológika
Ekológika
Ambiente de um jeito único

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp