Como usar a teoria das cores na decoração?

Sabia que você pode modernizar a sua casa apenas seguindo algumas dicas de decoração? Saiba mais!
Confira 4 dicas de decoração para modernizar sua casa
6 de dezembro de 2018
Faça da sua casa um local de descanso e incrível renovação. Veja 5 dicas incríveis para ter um ambiente mais aconchegante!
Quer deixar o ambiente mais aconchegante? Confira 5 dicas incríveis
19 de dezembro de 2018
Aprenda a usar a teoria das cores na decoração: leia nosso post e passe a usar esse conhecimento a seu favor!

A teoria das cores é uma pesquisa complexa sobre a formação das cores, suas combinações e impactos nas pessoas. Trata-se, portanto, de um longo estudo que envolve psicologia, fisiologia e até um toque de física.

O importante a saber é que, entre os tons visíveis, há as cores primárias e secundárias. As primárias são aquelas que não podem ser criadas: azul, amarelo e vermelho. Já as secundárias são formadas pela mistura das três anteriores: roxo, laranja e verde.

Ao entender como a formação e a teoria das cores funcionam, é possível conquistar um resultado muito mais harmônico, principalmente quando se trata de decorar espaços. A seguir, veja algumas possibilidades de combinações para usar a teoria das cores nos seus ambientes!

Monocromáticas

As combinações monocromáticas usam apenas uma cor, mas com diversas tonalidades. É possível brincar com os vários tons, além de utilizar os de apoio, como o branco, o preto e o cinza.

Para entender melhor, pense em um quarto monocromático em tom nude. A parede da cabeceira da cama pode ter um revestimento em marrom acinzentado, enquanto os móveis apresentam madeira clara. Os outros elementos são em tons de pêssego e bege, complementando a monocromia.

Trata-se de uma ótima possibilidade para criar ambientes minimalistas quando cores neutras são usadas. Já quando são incluídos tons mais vivos, como azul e verde, o resultado se torna mais moderno.

Complementares

As cores complementares, de acordo com a teoria das cores, estão em pontos opostos do círculo cromático. São compostas por uma secundária e por uma primária, como roxo e amarelo, verde e vermelho e laranja e azul.

A ideia é estabelecer contraste, mas sem perder a harmonia. Para acertar, o ideal é selecionar um tom de base e o complementar para os detalhes. Você pode, por exemplo, optar por um revestimento azul na parede e pontos em caramelo ou laranja. Isso dá um destaque interessante, mas sem fugir muito da harmonia.

As cores que se complementam são ideais para elaborar uma decoração moderna ou divertida, como aquelas com inspiração no pop art. Ao escolher tons menos vivos, por outro lado, é possível criar uma composição cheia de personalidade e relaxante.

Análogas

As harmonias análogas são compostas por cores que estão lado a lado no círculo cromático. Considerando a teoria das cores, elas trazem um equilíbrio linear e que oferece um resultado bem atraente.

Em geral, as composições são quentes ou frias. É o caso de unir roxo, verde e azul ou vermelho, laranja e amarelo, por exemplo. O melhor é dar destaque para um tom e deixar os outros para os detalhes.

Apesar de parecer colorido demais, é possível acertar e criar algo bem vibrante e até com um toque vintage. Dependendo das nuances — como um verde petróleo —, o espaço ganha sobriedade.

Tríades

Para a teoria das cores, as combinações tríades estão à mesma distância do círculo cromático. Basta traçar um triângulo e selecionar os tons que são tocados por cada vértice.

A proposta clássica é formada por amarelo, azul e vermelho. Também é possível obter tons como mostarda, vinho e turquesa.

Trata-se de uma opção com bom contraste, mas que é mais fácil de harmonizar do que a alternativa complementar. Nesse caso, as cores devem ser dosadas e podem até ser divididas em porções iguais — desde que não haja exagero. As combinações criam tanto ambientes modernos, quanto espaços românticos ou delicados.

A teoria das cores é uma excelente ferramenta auxiliar para montar uma decoração única e exclusiva. Com essas dicas, vai ser fácil acertar na seleção dos tons do seu ambiente.

Gostou de ficar por dentro do assunto? Então siga-nos nas redes sociais e acompanhe nossos conteúdos! Estamos no Facebook e no Instagram.

Ekológika
Ekológika
Ambiente de um jeito único

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp